Essa nova geração onde as pessoas estão descobrindo o amor próprio, que é maravilhoso, em paralelo também se cria uma outra máxima: não sou obrigado a nada.
Isso se dá pelo fato de que agora eu só faço o que eu quero e pronto.
As pessoas estão confundindo egoísmo com amor próprio, ninguém é obrigado a nada mas, não aceita um não na cara quando o outro também se acha que não é obrigado a nada, e a responsabilidade emocional indo desfiladeiro abaixo.
Ao mesmo tempo que tudo se resolve voltado ao EU de uma maneira egoica, dispensando a responsabilidade das escolhas, nasce a consequência disso: uma geração incapaz de resolver problemas de qualquer origem.
Não conseguem olhar nos olhos e resolver a situação, se trancam em seu mundo imaginário, onde não é obrigado a nada e cria seus fantasmas, imaginam que tem servos, que suporta e realiza todos os seus desejos,
Não ocorrendo isso, nasce as síndromes, porque não conseguem simplesmente bloquear como nas redes sociais o causar de tal ofensa ao dizer não aos seus ouvidos.
Nascendo um exército de egoístas, que não sabem que amor próprio é ser responsável por todas as escolhas e consequências e mesmo assim, oferecer o melhor de si ao meio que se relaciona.
Cresce cada vez mais a taxa de suicídios, pessoas implorando ajuda e as que estão ao seu redor não conseguem nem se quer observar os olhos, se perdeu essa leitura da alma, devido ao distanciamento das pessoas umas com as outras, o foco do olhar é na tela de um celular onde o ilusório é mais fácil de conviver.
Quando levantam o olhar, não consegue dar conta emocionalmente dos conflitos a sua volta e surge o desespero.
Os humanos foram feitos para conviverem juntos, em sociedade, o isolamento trás consequências graves.
Ninguém é obrigado a nada porém, é obrigado a conviver com as consequências das suas escolhas.
Amor própria assume responsabilidades emocionais, escolhe conscientemente o que faz mal a si e se distancia, sabe dar e receber, uma pessoa com amor próprio, olha para cima com determinação, coragem e acolhimento aos que estão ao seu redor.
Não ser obrigado a nada para evitar responsabilidades só mostra a incapacidade de raciocino lógico e inteligencia, demonstra um grau enorme de infantilidade.
Vemos um exercito de egoístas, que quando não sabem o que fazer, exigem do outro aquilo que não são capazes de fazer por si mesmo por pura falta de amor por si mesmo.
Não seja obrigado a nada mas seja responsável por todas as consequências das suas escolhas.
Andreia Benite

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: