Andréia Benite

Reconexão Divina

                              pretty-woman-1509956_1920

                             Dores

Senti dores, cansaços, dei murro em ponta de faca
Fui desonesta comigo, não segui o fluxo da vida que corre em mim
Segui estradas que me levaram a desertos
Senti todos os sentimentos que alguém poderia aguentar
Briguei, gritei, cada vez mais alto, achando que com isso alguém me ouviria
Cada grito que dava, mais calado meu SER se tornava
Quanto mais eu tentava ouvir a voz do mundo , mais surda eu me tornava,
Falava, falava e falava
E  percebia que a cada dia estava mais muda
Meu coração sangrou, dele saia gemidos de incompreensão, de angustia, feridas abertas…
Saia uma pedido de socorro para o mundo
Sangrei tanto que resolvi sentar, não aguentando mais, resolvi deitar ,deitando fechei meus olhos.
E pela primeira vez a surdez se foi, ouvi a batida do meu coração, parei, me assustei, percebi que tinha algo DENTRO de mim
Tornei aquele momento único e expandi minha percepção, minha respiração também estava ali, limitada, puxei o ar mais profundamente, e uma parte dos meus pulmões nunca antes trabalhada se expandiu.
Que alegria sentir que dentro de mim tem partes desconhecidas.
Resolvi parar de ver o mundo do lado de fora e olhar pra dentro de mim, fui encontrando o que existe no meu interior , senti meus gritos internos, estavam agonizando em dor, dei carinho, falei baixinho, eles se acalmaram, meus ouvidos inflamados de tanto querer escutar aquilo que só eu poderia me dizer, pedi perdão a ele, disse que nunca mais faria isso.
Minha voz muda, que antes pronunciva tantas coisas ruins e contrarias a finalidade que ela foi criada, deu uma gargalhada, pela primeira vez o som da minha voz foi de alegria.
Nesse  instante algo se transformou ,meu coração parou de sangrar, todos os sentimentos na mesma sintonia dizendo: estou pronto para partir me liberte de você, não aguentamos mais ter permissão de continuar te destruindo. Foi quando
 o amor se
fez, todos aqueles sentimentos se transformaram em luz, tudo aquilo se tornou meu EU….
todos aqueles sentimentos foram motivos da minha gratidão eterna, pois fizeram o trabalho deles de modo correto, perfeita, não foram embora até que eu os libertasse Meus olhos foram lavados por lágrimas do amor……
Levantei e senti que tinha sido abduzida por mim mesma, olhei o mundo e compreendi que ele sou EU
Me transformei, libertei tudo que estava fora, fui levada pela euforia, nunca antes sentida, ali a gratidão se fez carne…
Hoje sinto que não preciso de nada
Hoje sinto que eu e Deus somos um
Hoje sinto o amor….
Sou o amor…..
Hoje sinto que simplesmente EU SOU………
Andreia Benite

 

2 comentários em “Andréia Benite

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: